MAIS UNIFORMIZAÇÃO

A ORDEM tem de liderar os processos de simplificação administrativa que permitam ultrapassar, de forma sustentada, a complexidade jurídica e dos procedimentos técnicos e administrativos que influenciam profundamente a actuação dos arquitectos.

A Ordem deve actuar com mais voz e presença sobre as iniciativas e matérias legislativas relacionadas com a regulação do exercício da profissão e com a organização do território.

 

Exigência de melhores condições de contratação e trabalho dos Arquitectos na Administração Pública: 

  • Carreira Especial de Arquitecto na Administração Pública, a estabelecer, que reflicta em termos de carreira e remuneração o impacto das suas decisões e responsabilidades no território.

 

Simplificar e uniformizar o relacionamento com a Administração Pública:

  • Uniformização de procedimentos de instrução e submissão de processos e criação de Plataforma Única, dando sequência às conclusões do Inquérito promovido pelas duas Secções Regionais;

  • Código Único de Construção, que congregue a legislação afecta à arquitectura e edificação, em articulação com os mecanismos de uniformização de procedimentos.

LISTA B CANDIDATA AOS ÓRGÃOS SOCIAIS DA ORDEM DOS ARQUITECTOS . TRIÉNIO 2020-2022

ORDEM ÉS TU